Terça-feira, Abril 23, 2024

Promotores búlgaros isentam o cripto credor Nexo de acusações criminais – sem prova de irregularidades

O Ministério Público de Sófia, capital da Bulgária, decidiu rejeitar as acusações criminais contra a plataforma de empréstimo de criptomoedas Nexo. Numa declaração oficial, as autoridades afirmaram que faltavam provas que apoiassem quaisquer actividades criminosas. Notavelmente, as autoridades salientaram que os activos criptográficos não se enquadram actualmente na categoria de instrumentos financeiros e não estão sujeitos à supervisão regulamentar dentro do país.

Comércio não regulamentado de criptografia na Bulgária

Na sexta-feira, a Procuradoria da República da Bulgária divulgou que o processo penal contra a Nexo, iniciado em 29 de setembro do ano anterior, foi encerrado pela Procuradoria da Cidade de Sófia. Estes processos foram iniciados na sequência de alegações de branqueamento de capitais e violações de sanções, e foram examinados por autoridades responsáveis pela aplicação da lei.

O anúncio oficial, traduzido pelo Google, afirmava: “Não há provas de atividade criminosa” no que diz respeito ao envolvimento da empresa em atividades bancárias sem a autorização necessária. Explicou ainda: “Além disso, nenhuma evidência de lavagem de dinheiro foi descoberta contra os indivíduos acusados, e não há indicação de infrações fiscais ou fraude informática”. O Ministério Público prestou a seguinte declaração:

Com base nas circunstâncias factuais estabelecidas, os procuradores supervisores concluíram que não foram cometidos quaisquer atos criminosos.

O caso envolveu vários réus, incluindo K. Kanchev, A. Trenchev, K. Metodiev e T. Nikolov. Eles foram acusados de fazer parte de um grupo criminoso organizado que operava com fins lucrativos entre 2018 e janeiro de 2023. Kanchev e Trenchev também enfrentaram acusações relacionadas à realização de transações bancárias não autorizadas, que incluíam atividades de empréstimo e depósito realizadas em dólares americanos, libras esterlinas e euros por meio de a plataforma online Nexo.

A investigação incluiu entrevistas com testemunhas, exames de transações de contas de pagamento, relatórios forenses e de avaliação complexos, bem como vários procedimentos de investigação, como buscas e apreensões. Notavelmente, apesar de terem sido autorizados a atribuir $500.000 a um perito, os procuradores supervisores consideraram-no desnecessário.

O estatuto regulamentar das criptomoedas na Bulgária desempenhou um papel fundamental na definição da decisão dos procuradores. Observando a ausência de um quadro jurídico específico que rege os serviços relacionados com criptoativos na Bulgária, o Ministério Público enfatizou que as atividades da Nexo permaneciam não regulamentadas, sem a necessidade de licenças, registo ou licenciamento.

“Pode-se concluir que os produtos oferecidos pela Nexo não são instrumentos financeiros. A prestação de serviços a clientes relativamente a estes produtos não se enquadra no âmbito dos serviços de investimento”, elaborou o Ministério Público. Esclareceu ainda:

Dado que os criptoativos não são atualmente classificados como instrumentos financeiros, a sua negociação permanece fora do âmbito da supervisão regulamentar.

A Bulgária não reconhece legalmente as moedas virtuais como meio de pagamento e estas não são classificadas no artigo 4.º da Lei dos Serviços de Pagamento e Sistemas de Pagamento, conforme esclarecido pelo Ministério Público. Consequentemente, os procuradores supervisores determinaram que não foram cometidas infracções penais e, consequentemente, encerraram o processo penal.

Compartilhe sua opinião sobre a decisão dos promotores búlgaros de retirar as acusações contra o credor de criptografia Nexo na seção de comentários abaixo.

Perguntas frequentes (FAQs) sobre taxas do Crypto Lender Nexo descartadas

Quais foram as acusações contra a Nexo na Bulgária?

As acusações contra a Nexo na Bulgária incluíam alegações de lavagem de dinheiro, violações de sanções e transações bancárias não autorizadas.

Por que as acusações foram retiradas?

As acusações foram retiradas porque os promotores supervisores não encontraram nenhuma evidência de atividade criminosa. Além disso, o estatuto regulamentar das criptomoedas na Bulgária desempenhou um papel importante, uma vez que os ativos criptográficos não eram considerados instrumentos financeiros e não estavam sujeitos a regulamentação.

Quem eram os indivíduos envolvidos no caso?

Vários indivíduos foram citados como réus no caso, incluindo K. Kanchev, A. Trenchev, K. Metodiev e T. Nikolov. Eles foram acusados de fazer parte de um grupo criminoso organizado formado com fins lucrativos.

Que ações foram tomadas durante a investigação?

A investigação envolveu entrevistas com testemunhas, análise de movimentos de contas de pagamento, relatórios forenses e de avaliação e diversas ações investigativas, como buscas e apreensões. No entanto, apesar da autorização para gastar $500.000 num perito, os procuradores supervisores consideraram isso desnecessário.

Como o status regulatório das criptomoedas na Bulgária afeta o caso?

A falta de um quadro jurídico específico para serviços relacionados com criptoativos na Bulgária significava que as atividades da Nexo não eram regulamentadas. Como resultado, não houve exigência de licenças, registro ou licenciamento. O Ministério Público concluiu que os criptoativos não eram instrumentos financeiros e que a sua negociação não estava sujeita a regulamentação.

Qual é o status legal atual da moeda virtual na Bulgária?

A moeda virtual não é reconhecida como meio de pagamento legal na Bulgária e não está classificada no artigo 4.º da Lei dos Serviços de Pagamento e Sistemas de Pagamento.

Qual é o significado deste caso para a indústria de empréstimos criptográficos na Bulgária?

Este caso destaca a necessidade de clareza regulatória na Bulgária em relação aos serviços relacionados com criptomoedas. A decisão de retirar as acusações contra a Nexo indica que, atualmente, tais atividades não estão sujeitas a regulamentação específica no país.

Mais sobre as cobranças do Crypto Lender Nexo retiradas

  • [Fonte: Promotores búlgaros retiram acusações contra o Crypto Lender Nexo] (inserir link da fonte)
  • [Lei Búlgara sobre Serviços de Pagamento e Sistemas de Pagamento (artigo 4.º)](inserir link para a legislação relevante)

Boletim de Notícias

Assine minha newsletter para novas postagens de blog, dicas e novas fotos. Vamos nos manter atualizados!

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Siga-nos

CryptokenTop

CrypTokenTop é um site dedicado a fornecer informações e análises abrangentes sobre o mundo das criptomoedas. Cobrimos tópicos como Bitcoin, Ethereum, NFTs, ICOs e outros tópicos criptográficos populares. Nossa missão é ajudar as pessoas a aprender mais sobre o espaço criptográfico e tomar decisões informadas sobre seus investimentos. Fornecemos artigos, análises e análises detalhadas para iniciantes e usuários experientes, para que todos possam aproveitar ao máximo o mundo em constante evolução da criptomoeda.

© 2023 Todos os direitos reservados. CryptokenTop

pt_PTPortuguês