Sexta-feira, 17 de maio de 2024

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) iniciou uma nova consulta visando a implementação da regra de viagem em transações de criptomoedas. Este processo envolve a coleta de informações sobre os protocolos específicos que os provedores de serviços de criptoativos (CASPs) devem aderir a fim de reunir os detalhes necessários para cumprir a regra de viagem. A consulta também aborda as medidas a serem tomadas quando tal aquisição de informações se revelar inviável.

Autoridade Bancária Europeia inicia deliberação sobre a implementação de diretrizes para regras de viagem

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) iniciou uma consulta para solicitar opiniões sobre as metodologias propostas para fazer cumprir a regra de viagem em transações envolvendo carteiras hospedadas por provedores de serviços de criptoativos.

Estes regulamentos visam “restringir a utilização indevida de fundos e certas transferências de criptoativos para atividades como o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo”, com base numa consulta anterior realizada pela EBA em junho. Esta consulta anterior centrou-se nas medidas de devida diligência para iniciativas de combate ao branqueamento de capitais.

Na sua última avaliação relativa aos riscos de branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo, a EBA observou que muitas autoridades europeias competentes consideram os riscos associados aos CASP como consideráveis ou extremamente elevados.

Esses riscos decorrem de vários fatores, como “a natureza semianônima das transações, as interações com a dark web, o uso de criptoativos em atividades criminosas preliminares, como o crime cibernético, esquemas de fraude elaborados, golpes de investimento baseados em criptografia, casos crescentes de dinheiro lavagem de dinheiro e evasão de sanções”.

Especificações das Diretrizes

As diretrizes propostas não aplicam a regra de viagem a transações entre carteiras sem custódia (não hospedadas), uma vez que estas não envolvem um CASP. No entanto, as transferências recebidas de uma carteira não hospedada para uma carteira gerenciada por um CASP devem aderir à regra de viagem se a transação exceder 1.000 euros ($1.096).

As diretrizes estabelecem vários procedimentos para os CASPs verificarem se o iniciador de uma transação controla ambos os endereços envolvidos. Esses procedimentos incluem a utilização de ferramentas de análise sofisticadas, a captura de fotografias ou vídeos do usuário, o envio de uma quantia predeterminada para a conta do CASP, a assinatura de uma mensagem específica usando software de conta e carteira e a exigência de que o cliente assine digitalmente uma mensagem em sua conta e software de carteira. , entre outras etapas.

Espera-se que os CASPs empreguem um mínimo de dois métodos para recolher os dados necessários. Se os CASPs não conseguirem adquirir as informações necessárias através destes métodos, deverão implementar procedimentos adicionais para cumprir os requisitos de informação.

O período de consulta está previsto para terminar em 26 de fevereiro de 2024.

Qual a sua opinião sobre a consulta da EBA sobre os procedimentos das regras de viagem? Compartilhe suas idéias na seção de comentários abaixo.

Perguntas frequentes (FAQs) sobre a regra de viagem criptográfica da EBA

Sobre o que é a nova consulta da Autoridade Bancária Europeia?

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) lançou uma nova consulta para implementar a regra de viagem para transações de criptomoedas. Isso envolve a coleta de feedback sobre os procedimentos para que os provedores de serviços de criptoativos (CASPs) cumpram a regra, especialmente quando a aquisição de informações de transação necessárias é um desafio.

Quais são os principais objetivos da regra de viagem em transações criptográficas?

A regra de viagem visa prevenir o uso indevido de fundos e criptoativos na lavagem de dinheiro e no financiamento do terrorismo. Exige que os CASPs coletem e compartilhem informações específicas sobre as partes envolvidas nas transações de criptomoedas.

Como é que a EBA vê os riscos associados aos CASP?

A EBA considera os riscos relacionados com os prestadores de serviços de criptoativos (CASP) como significativos ou muito significativos. Esta perspetiva deve-se a fatores como a natureza semianónima das transações, a utilização de criptoativos em atividades criminosas e o potencial de branqueamento de capitais e evasão de sanções.

Quais transações estão isentas da regra de viagem de acordo com as diretrizes da EBA?

As transações entre carteiras não hospedadas (sem custódia) estão isentas da regra de viagem, pois não envolvem CASP. No entanto, as transações de uma carteira não hospedada para uma carteira hospedada em CASP superiores a 1.000 euros devem cumprir a regra.

Que métodos os CASPs devem usar para cumprir a regra de viagem?

Os CASPs são obrigados a usar pelo menos dois métodos de verificação para cumprir a regra de viagem. Esses métodos incluem análises avançadas, verificação de usuários por foto ou vídeo, pequenas transações de teste e assinatura de mensagens digitais no software da conta e da carteira.

Qual o prazo para consulta da EBA sobre a regra de viagem?

O período de consulta para feedback sobre as diretrizes de regras de viagem propostas pela EBA terminará em 26 de fevereiro de 2024.

Mais sobre a regra de viagem criptográfica da EBA

  • Site Oficial da Autoridade Bancária Europeia
  • Visão geral da regra de viagem em criptomoeda
  • Riscos em provedores de serviços de ativos criptográficos
  • Combate à lavagem de dinheiro em criptomoedas
  • Procedimentos e Diretrizes de Consulta
  • Compreendendo os regulamentos de criptomoeda na Europa
  • Prazo final para feedback da consulta sobre regras de viagem da EBA

Boletim de Notícias

Assine minha newsletter para novas postagens de blog, dicas e novas fotos. Vamos nos manter atualizados!

4 comentários

Observador de Regulamento Novembro 28, 2023 - 11:52 pm

Esta é uma medida muito necessária, especialmente com todos os golpes e coisas da dark web. Ainda assim, não tenho certeza se isso será eficaz o suficiente ou apenas adicionará mais burocracia…

Responder
CriptoGuru Novembro 29, 2023 - 12:48 am

É interessante ver a EBA intensificando as regulamentações de criptografia, embora eu esteja preocupado com a forma como isso pode sufocar a inovação. preciso encontrar um equilíbrio, certo?

Responder
FinançasGeek Novembro 29, 2023 - 2:39 am

Bom artigo, mas como os CASPs deveriam implementar tudo isso? parece um pesadelo logístico, especialmente para os participantes menores do mercado.

Responder
SatoshiFan101 Novembro 29, 2023 - 12:17 pm

sempre o mesmo com essas instituições, tentando controlar tudo. criptografia tem a ver com liberdade, sem ser vigiado pelo irmão mais velho o tempo todo.

Responder

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Siga-nos

CryptokenTop

CrypTokenTop é um site dedicado a fornecer informações e análises abrangentes sobre o mundo das criptomoedas. Cobrimos tópicos como Bitcoin, Ethereum, NFTs, ICOs e outros tópicos criptográficos populares. Nossa missão é ajudar as pessoas a aprender mais sobre o espaço criptográfico e tomar decisões informadas sobre seus investimentos. Fornecemos artigos, análises e análises detalhadas para iniciantes e usuários experientes, para que todos possam aproveitar ao máximo o mundo em constante evolução da criptomoeda.

© 2023 Todos os direitos reservados. CryptokenTop

pt_PTPortuguês